11:58 - quinta-feira , 21 setembro 2017
Início / Esportes / Santos vence, mantém sonho e confirma queda do Corinthians

Santos vence, mantém sonho e confirma queda do Corinthians

Santos vence, mantém sonho e confirma queda do Corinthians

Capa » Esportes e Games

 

 

 

Terra/CN

 

Vanderlei e Cássio até tentaram, mas não conseguiram fazer com que o clássico deste domingo terminasse em 0 a 0, na Vila Belmiro. No primeiro tempo, o Santos dominou as ações, mas parou no arqueiro do Corinthians, que fez duas defesas extraordinárias. Já na segunda etapa, o time da capital paulista foi melhor, mas viu o camisa 1 dos mandantes brilhar. Além disso, o time comandado por Fábio Carille sofreu do próprio veneno, quando Bruno Henrique arrancou um contra-ataque e Lucas Lima pegar a sobra para abrir o marcador. No último minuto, ainda sobrou tempo para Ricardo Oliveira aproveitar mais um contragolpe e decretar a vitória santista por 2 a 0.

Com o triunfo, o time alvinegro da Baixada chegou aos 41 pontos e diminuiu a diferença para o time alvinegro da capital, que ficou estacionado com 50, mas segue liderando com folga o torneio nacional.

Agora, as duas equipes esquecem o Campeonato Brasileiro para mirarem suas forças em competições continentais. Enquanto o Peixe viaja até o Equador para encarar o Barcelona de Guayaquil, na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela ida das quartas de final da Libertadores, o Corinthians recebe o Racing-ARG, no mesmo dia e horário, mas pelas oitavas da Copa Sul-Americana.

Já pelo Brasileirão, o time comandado por Levir Culpi entrará em campo só no próximo sábado, às 19h, no Engenhão, contra o Botafogo. No domingo, é a vez do Timão pegar o Vasco, às 16h, em Itaquera, pela 24ª rodada.

Como era de se esperar, o jogo começou quente na Vila. Dentro de casa, o Santos tomou a iniciativa e se lançou ao ataque. Logo aos seis minutos, Renato arriscou de longe e Cássio deu um tapinha para salvar o Corinthians. Na cobrança de escanteio, Ricardo Oliveira desviou de cabeça e o goleiro corintiano fez linda defesa.

Na jogada seguinte, o Timão aproveitou vacilo de Alison, disparou em contra-ataque e só parou após Vanderlei defender o chute de Rodriguinho.

Após o início quente, o clássico perdeu qualidade no restante do primeiro tempo. Tanto que o lance mais chamativo foi a lesão de Gustavo Henrique. Aos 22 minutos, o defensor sentiu após dividida com Jô, saiu de maca chorando e precisou ser substituído por Luiz Felipe.

Aos 29, porém, o Peixe assustou novamente. Do lado esquerdo, Victor Ferraz cobrou falta na segunda trave, Copete apareceu em velocidade, mas não alcançou a bola.

A boa chance animou os santistas, que passaram a dominar o Corinthians. O único problema é que tinha um tal de Cássio embaixo da meta corintiana. Aos 43 minutos, Ricardo Oliveira aproveitou sobra e chutou cruzado na entrada da área. Porém, a bola foi fraca e o arqueiro pegou sem dificuldade.

No lance seguinte, Zeca tocou para Bruno Henrique, que rolou para Oliveira. Completamente sozinho dentro da área, o atacante bateu forte, mas viu o goleiro corintiano fazer uma defesa extraordinária, mantendo o 0 a 0 no primeiro primeiro.

Peixe marca e segura vitória

Na volta do intervalo, Levir trocou Copete por Thiago Ribeiro. O colombiano sentiu dores no músculo adutor da coxa e não conseguiu voltar ao gramado. E logo aos 2 minutos, Alison arriscou de longe e assustou Cássio.

O Corinthians não deixou barato e respondeu no ataque seguinte. Após confusão na entrada da área, Romero chutou com força e Vanderlei salvou. Aos 7 minutos, Fagner cruzou, Jô cabeceou firme e manda a bola raspando o travessão.

Já aos 12, foi a vez de Gabriel mandar chute de longe e o goleiro santistas espalmar. E justamente quando o Timão dominava as ações, foi o Santos quem abriu o placar.

Em contra-ataque, Bruno Henrique deu um verdadeiro baile em Fagner e cruzou para Ricardo Oliveira. Pablo cortou, mas a bola sobrou para Lucas Lima. Livre, o meia encheu o pé para vencer Cássio e fazer 1 a 0 na Vila.

O tento santista fez o Corinthians se lançar com tudo em busca do empate. Aos 18 minutos, Fagner cruzou fechado, Jô cabeceou com força e Vanderlei espalma mais uma. O restante da partida foi resumida em Timão no ataque e Peixe buscando um contragolpe para matar o confronto. E ele veio aos 47 minutos, quando Bruno Henrique serviu Ricardo Oliveira, que só teve o trabalho de bater para garantir a vitória santista.

 

 

Além disso, verifique

DOURADOS TERÁ CURSO DE ARBITRAGEM DE FUTSAL NO FIM DO MÊS DE OUTUBRO

DOURADOS TERÁ CURSO DE ARBITRAGEM DE FUTSAL NO FIM DO MÊS DE OUTUBRO   Foto: …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *